Notícias

Arte da Saúde mantém vínculos de afeto e cuidado na pandemia

Programa mantém atividades virtuais com as crianças e os adolescentes atendidos nos nove regionais da Prefeitura de Belo Horizonte.

As crianças e os adolescentes do Arte da Saúde – Ateliê de Cidadania receberam um kit de gostosuras e máscaras de proteção, entregue pelos monitores e coordenadores do programa no dia 14 de agosto. Foram doados mil kits através da campanha Comunidade Viva sem Fome, atendendo os usuários de diversos serviços da rede de Saúde Mental e o público do Arte nos 9 regionais em que é executado, são eles: Norte, Centro-Sul, Nordeste, Barreiro, Pampulha, Oeste, Noroeste, Leste e Venda Nova.

A campanha é coordenada pela Cáritas Regional Minas Gerais, AIC (Associação Imagem Comunitária) e AMIS (Associação Mineira de Supermercados) e atende, mensalmente, com a doação de alimentos, diversas famílias de vilas, favelas e ocupações da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Saiba AQUI mais sobre a Comunidade Viva sem Fome.

Ao buscar seus kits nos locais onde acontecem as oficinas, as crianças e os adolescentes do Arte da Saúde demonstraram alegria por receber a doação e, principalmente, por estar revendo os amigos do programa. Uma das crianças, quando soube que os kits seriam entregues, compartilhou seu sentimento em um grupo de whatsapp: “Graças a Deus que nós vamos nos ver de novo! Estava com saudades da oficina e de todo mundo da oficina!”.

Para a assessora da Cáritas Regional Minas Gerais, Renata Siviero, a doação foi um momento importante, já que as atividades presenciais do Arte da Saúde estão suspensas devido à pandemia. “Poder sair de casa, ver o monitor, encontrar com outros colegas foi extremamente positivo. O retorno que tivemos de vídeos das crianças e dos pais foram de agradecimento”, conta.

Desde março, quando se iniciou o isolamento social devido à pandemia, o programa está funcionando de maneira virtual. A cada semana, os monitores gravam um vídeo propondo uma atividade para as crianças e adolescentes. Após a avaliação e aprovação da coordenação, o vídeo é encaminhado para o público atendido pelo Arte da Saúde. “A partir do envio dos vídeos, os monitores estabelecem uma relação com os meninos”, explica Renata. Além dos vídeos enviados, está sendo produzido o Jornal do Arte e os monitores também incentivaram a interação por meio da atividade “Da janela Lateral”, em que as crianças filmaram o que elas veem da janela de suas casas, e de uma gincana virtual.

Segundo a assessora da Cáritas a proposta das atividades virtuais é não deixar que a distância do isolamento prejudique os vínculos com as crianças e adolescentes atendidos. Além da proximidade, Renata chama atenção para a importância do acompanhamento dos casos atendidos pelo Arte da Saúde: “Esse contato possibilita que os monitores e a coordenação saibam como as crianças estão. Se é preciso que a Saúde faça algum tipo de acesso ou se alguma criança está sofrendo algum tipo de violência, porque sabemos que, nesse tempo de pandemia, aumentou demais a violência contra a criança e o adolescente”.

Arte da Saúde – Ateliê de Cidadania

Espaço de acolhimento para crianças e adolescentes que sofrem vulnerabilidades e negligências e são encaminhadas pela rede de saúde pública, o programa Arte da Saúde – Ateliê de Cidadania, integra a política de Saúde Mental da Prefeitura de Belo Horizonte e é executado há 26 anos em parceria com a Cáritas Regional Minas Gerais. Através de oficinas diversas, como circo, dança, música, artesanato, fotografia e outras, o programa atende crianças e adolescentes de 6 a 18 anos, nos 9 regionais da capital mineira.

O programa incentiva a capacidade expressiva das crianças e dos adolescentes, que muitas vezes é tolhida pelo próprio sistema educacional. Partindo da escuta e do diálogo para uma construção democrática com afeto e carinho, o Arte da Saúde trabalha a garantia de direitos e o pertencimento com o território e a cidade, em busca da construção de protagonistas da própria história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.