Notícias

CÁRITAS MG REALIZA ETAPA DE PLANEJAMENTO DO PMAS 2017

“Claro que dirão, Mariama, que é política, que é subversão, que é comunismo.
É Evangelho de Cristo, Mariama.”
Dom Hélder Câmara

 

Entre os dias 03 a 05 de março, na cidade de Mário Campos/MG, a Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais realizou a primeira etapa do PMAS 2017 (Planejamento, monitoramento, avaliação e sistematização), para a realização do seu planejamento anual. Contando com a presença de 13 das 15 entidades membro, cerca de 50 participantes se debruçaram diante do novo marco referencial estabelecidos no Congresso e na Assembleia Nacional para pensarem as suas ações durante o ano.  

Inspirados pelo poema-cântico de Dom Helder Câmara à Mariama, o encontro teve sua mística voltada ao serviço de Maria, como mulher que deu o seu sim e amparou Jesus para assumir corajosamente o projeto do Reino de Deus.

No primeiro dia, pela manhã, a análise de conjuntura contou com a participação de Beatriz Simas e Débora Araújo, do Levante Popular da Juventude, às quais trouxeram a reflexão da Reforma da Previdência; as duas mostraram os impactos que a proposta causará na vida das pessoas, principalmente na vida das mulheres do campo e dos/as jovens. Para Beatriz “a proposta de reforma apresentada pelo governo Temer representa um grave retrocesso em Direitos, um ataque frontal à classe trabalhadora e com grave repercussão econômica, política e social, nos mais diversos setores da sociedade”, a estudante ainda informa que alguns setores da sociedade sofrerão mais as consequências da reforma, destacando os prováveis impactos na vida dos/as jovens, trabalhadores e trabalhadoras rurais, sobretudo na vida das mulheres.

À tarde, uma celebração presidida pelo Bispo referencial do regional, Dom José Moreira Sales, da diocese de Januária, marcou a celebração dos 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba. Logo após, ainda motivados pelo Ano Mariano, Cleonice Mota, técnica do Centro de Referência da População em Situação de Rua, administrado pela Cáritas Regional, abordou a dimensão do serviço no trabalho social da Igreja, destacando-se o papel de Maria como mulher incentivadora da missão de Jesus. Cleo trouxe, também, a reflexão da importância da nossa caminhada missionária e da necessidade de uma incidência política e transformadora na sociedade: “esse reino é parcial, e toma o partido dos pobres”.

DSC_0328

Para onde o nosso olhar aponta

O segundo e o terceiro dia foram dedicados à execução do planejamento regional. O assessor da Cáritas Nacional, Marcelo Lemos, após um resgate histórico que contribuiu para que os participantes se apropriassem dos acúmulos da Cáritas Brasileira, especificamente dos anos de 2011 a 2017, direcionou os trabalhos para que as Cáritas diocesanas pensassem nas suas realidades e construíssem as prioridades para o planejamento das ações enquanto regional.

Neste sentido, após um trabalho em grupo realizado pelos participantes, acordou-se que as cinco áreas de atuação, previamente definidas pela Cáritas Nacional – (1) Convivência com os Biomas; (2) Economia Popular Solidária; (3) Infância, adolescência e juventudes; (4) Migração e Refúgio e (5) Mudanças climáticas e Gestão de Riscos, serão assumidas pela Cáritas Regional, incluindo-se a elas também, as temáticas do (6) Voluntariado e (7) Segurança alimentar e nutricional como prioridades para o biênio 2017/2018. Além das 07 áreas de atuação, que foram colocadas como prioridades, as outras 05 áreas também entram como proposta de trabalho, podendo ser incluídas ou não, a partir da realidade de cada Cáritas diocesana, são elas: (8) Povos e comunidades tradicionais; (9) Mulheres e equidade de gênero; (10) Mundo urbano; (11) Gestão de resíduos sólidos, com ênfase em catadores/as e (12) Formação.

A partir do PMAS, as Cáritas diocesanas irão realizar os seus planejamentos com acompanhamento dos/as assessores/as do regional. A etapa de monitoramento já está agendada para os dias 14, 15 e 16 de julho deste ano.

DSC_0495

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.