Notícias

Cáritas recebe selo do Programa Estamos Juntos

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte anuncia novas ações para atendimento à população em situação de rua e entrega selo de responsabilidade social a instituições, em solenidade realizada na última quarta-feira (2), na sede da prefeitura.

O prefeito Alexandre Kalil entrega o selo de responsabilidade social ao secretário executivo da Cáritas Minas Gerais, Rodrigo Pires.

A Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais participou de solenidade promovida pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH) para anunciar novas ações para o atendimento à população em situação de rua, na última quarta-feira (2), na sede da prefeitura. Durante a solenidade, foi entregue o Selo de Responsabilidade Social do Programa Estamos Juntos, sendo a Cáritas Regional Minas uma das entidades socioassistenciais agraciadas.

Estavam presentes na solenidade o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, a secretária municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Beato, o secretário regional da Cáritas Minas Gerais, Rodrigo Pires, entre outros representantes de entidades.

Rodrigo Pires conta que a Cáritas recebeu o selo do programa Estamos Juntos por empregar pessoas que já estiveram em situação de rua em seus projetos. “Quando conversamos com as pessoas dos Centros Pops e abrigos que fazemos a gestão, uma das principais reivindicações, além da moradia, é a questão do trabalho. Por isso, para nós é tão importante empregar essas pessoas”, explica.

Entre as ações anunciadas pela prefeitura na solenidade, está a ampliação do funcionamento do Centro de Referência da População de Rua Centro Sul que, a partir de outubro, terá o horário ampliado para sábados, domingos e feriados, das 8h às 13h. O novo horário aumenta a capacidade de atendimento em mais 200 usuários por dia aos finais de semana. Atualmente, o serviço faz cerca de 450 atendimentos por dia.

Também foi anunciado o início das reformas das unidades de acolhimento de famílias e mulheres nos abrigos Granja de Freitas, Pompeia e Maria Maria, com manutenção das redes elétrica e hidráulica, telhados, pintura e adequações em muros, quadra esportiva e sistema de drenagem. A previsão de conclusão é para os próximos três meses.

Os serviços Centro Pop Centro Sul, Abrigos Granja de Freitas, Pompeia e Maria Maria são executados pela Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC) de Belo Horizonte.

Outra novidade anunciada é a criação de unidade de acolhimento institucional para mulheres adultas em situação de rua, com previsão de inauguração para dezembro de 2019. O novo equipamento vai oferecer 50 vagas para mulheres em situação de rua, público que vem aumentando na capital nos últimos anos.

Programa Estamos Juntos

Com o objetivo de fomentar e garantir a inclusão produtiva da população em situação ou com trajetória de vida nas ruas, o Programa Estamos Juntos conta com ações ligadas à promoção de autonomia econômica e ao incentivo ao empreendedorismo e à economia popular solidária.

Durante a solenidade, foram anunciadas 200 vagas de qualificação profissional, a serem executadas pela Prefeitura e instituições parceiras. O selo de responsabilidade social entregue na ocasião foi concedido a quatro instituições, sendo uma representante de empresas (Terraço Construtora), uma instituição de qualificação profissional (ASMEC-MG) e duas entidades socioassistenciais (ADRA Brasil e Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais).

A coordenação do programa fica a cargo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio da Subsecretaria de Trabalho e Emprego, que realiza a intermediação com o mercado de trabalho. A Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, por meio da Subsecretaria de Assistência Social, presta apoio na gestão e execução do programa, especialmente em relação à identificação do público beneficiário e seu acompanhamento socioassistencial. A maior parte dos inseridos no programa estão em abrigos municipais e programas habitacionais, ou seja, em processo de saída das ruas.

Saiba AQUI mais informações sobre o programa Estamos Juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.