Notícias

Centro Pop Leste em festa

Serviço celebra 5 anos de atendimento especializado à população em situação de rua de Belo Horizonte.

“O dia aqui dentro, para quem está com um objetivo na vida, é muito gratificante”, fala Paulo Roberto, que há 3 meses é usuário do Centro Pop Leste, em Belo Horizonte. O carioca conta que morava em São Paulo, quando precisou largar tudo para acompanhar a mãe que estava doente no Rio de Janeiro. Ele lembra que ficou 4 meses cuidando de sua mãe no hospital e quando ela melhorou, estava sem emprego e sem lugar para morar. Veio para Belo Horizonte em busca de emprego, pois já havia trabalhado em Minas Gerais em outros tempos, mas o dinheiro acabou e ele não teve mais como pagar hospedagem.

Junto a diversos usuários do Centro Pop Leste (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), Paulo participou das comemorações dos 5 anos do serviço, no dia 6, em Belo Horizonte. Com jogos, dança, capoeira e muita música, a comemoração fez referência às ferramentas e às estratégias de atuação do serviço, que estimulam os usuários a realizar atividades em grupo, se perceber melhor, conviver e respeitar as diferenças.

Segundo o coordenador do Centro Pop Leste, Wanderson Conceição, “as atividades socioeducativas contribuem para a construção da autonomia do usuário, tão necessária para mudar e ampliar as perspectivas de vida desse cidadão”. Wanderson explica que o serviço busca minimizar a vulnerabilidade da população em situação de rua através da articulação e encaminhamento para os serviços ligados à rede de assistência, saúde, educação, cultura, esporte e lazer. Além disso, no serviço, os usuários podem tomar banho, lavar roupas, lanchar, guardar seus pertences e utilizar a internet.

O Centro Pop Leste tem cerca de 8.500 acessos por mês e uma média de 350 acessos por dia. Ele oferece atendimento especializado individual para aproximadamente 40 pessoas por dia e 600 pessoas por mês, tendo uma média anual de 3.000 atendimentos especializados por ano. O coordenador do serviço chama atenção para o aumento dessa demanda: “É cada vez mais urgente se pensar novas unidades de Centros Pop na cidade, uma vez que temos percebido o aumento gradual das pessoas em situação de rua”.

Para o carioca Paulo Roberto, a expectativa é que o Centro Pop seja um lugar de passagem. “Aqui tem internet e várias programações, venho sempre com o pessoal na escola de música”, conta. Ele, que já trabalhou como vigilante, pizzaiolo e em laboratório farmacêutico, quer conseguir um emprego e reorganizar a vida: “Meu foco é arrumar um emprego, alugar minha casinha e viver normal”.

Centro Pop

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua é um equipamento público que faz parte da Política Nacional para Inclusão Social da População em Situação de Rua. Ele tem como finalidade assegurar atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidades, visando o fortalecimento de vínculos interpessoais e familiares, que favoreçam a construção de novos projetos de vida.

O serviço é executado pela Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais e gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC) de Belo Horizonte.

Foto destaque: Stenio Lima, PBH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.