Notícias

Intercâmbio de famílias agricultoras fortalece as práticas agroecológicas e promove a construção coletiva do conhecimento

Agricultores e agricultoras do Norte de Minas participam de intercâmbio para troca de experiências, promovido pela Cáritas Diocesana de Januária. A atividade faz parte do Programa Uma Terra, Duas Águas (P1+2), da ASA Brasil, em Januária.

A Cáritas Diocesana de Januária realizou um intercâmbio entre os participantes do Programa Uma Terra, Duas Águas (P1+2), no dia 26 de outubro. Com o objetivo de promover a troca de experiências, a atividade levou agricultores e agricultoras das comunidades de Buqueirão da Lagoa, João Congo, Cruzeiro e Lagoinha para conhecer as propriedades de sr. Juscelino Lopes, do casal Dona Nelinda e sr. Zé Turino, e também a experiência da cooperativa Cooperuaçu, ambas localizadas no Vale do Peruaçu, município de Januária, no Norte de Minas Gerais.

Veja AQUI mais fotos do intercâmbio.

As famílias puderam conhecer as experiências de sistemas de produção e práticas agroecológicas de conservação e preservação, criação de pequenos animais, reuso da água, área de produção de nascente, extração de poupa e produtos vindos de frutas regionais. O intercâmbio é uma das etapas de execução do P1+2, programa da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA Brasil), executado pela Cáritas de Januária.

Assista AQUI vídeo do intercâmbio com os agricultores e agricultoras.

Água para promoção da segurança hídrica, alimentar e nutricional

O P1+2 tem como objetivo promover o acesso à água para consumo, para produção livre de agrotóxicos e para o cuidado animal. Criado em 2007, o programa amplia o estoque de água das famílias, comunidades rurais e populações tradicionais no semiárido brasileiro, buscando atender as necessidades dos plantios e das criações animais.

O nome Uma Terra, Duas Águas faz jus à estrutura mínima que as famílias precisam para produzirem: espaço para plantio e criação animal, terra e água para cultivar e manter a vida das plantas e dos animais. O P1+2 integra o Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido, da ASA Brasil, e visa a soberania e a segurança alimentar e nutricional das famílias agricultoras, através do fomento à construção de processos participativos para o desenvolvimento rural do semiárido brasileiro.

Convivência com o semiárido

A ASA Brasil é uma rede que defende, propaga e põe em prática, inclusive através de políticas públicas, o projeto político da convivência com o semiárido. Essa rede porque é formada por mais de três mil organizações da sociedade civil de distintas naturezas – sindicatos rurais, associações de agricultores e agricultoras, cooperativas, ONG´s, Oscip, etc. A Cáritas Diocesana de Januária é uma das entidades que compõem a rede ASA Brasil.

A ASA conecta pessoas organizadas em entidades que atuam em todo o Semiárido defendendo os direitos dos povos e comunidades da região. As entidades que integram a ASA estão organizadas em fóruns e redes nos 10 estados que compõem o semiárido brasileiro (MG, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI e MA).

Nívea Martins, comunicadora popular da Cáritas Diocesana de Januária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.