Notícias

Seis meses do crime da Vale em Brumadinho

Atingida de Mariana participa de seminário sobre o segundo grande desastre socioambiental causado pela mineração no Brasil.

No dia 15 de agosto, às 16h, o Seminário “Desastre da Vale S.A. em Brumadinho: seis meses de impactos e ações” conta com a participação de Mirella Lino, atingida pela barragem de Fundão pertencente à comunidade Ponte do Gama, zona rural de Mariana. “É muito importante esse intercâmbio entre as duas experiências para pensar as causas e os efeitos desses crimes para as várias populações atingidas”, afirma Mirella.

Mirella participará do evento ao lado de Simone Silva, atingida pela barragem de Fundão pertencente à cidade de Barra Longa; cacique Haiô Pataxó, atingido pelo rompimento da barragem da Vale; e Soraia Campos, da Comissão dos Atingidos pelo Desastre da Vale em Brumadinho. O objetivo da mesa composta por atingidas e atingidos dos dois maiores crimes socioambientais do Brasil é apresentar a situação atual e as perspectivas futuras no que diz respeito a ser atingido por barragens da mineração.

Vivendo cotidianamente as consequências do crime causado pela Samarco (Vale e BHP) desde 2015, Mirella ficou indignada com a repetição da Vale, em Brumadinho. “Espero que não aconteçam mais crimes como esses. São quatrocentas mortes por pura negligência de um sistema que funciona à base do lucro a qualquer custo, lucro mesmo que tenha que passar por cima de várias pessoas, como aconteceu em Mariana e em Brumadinho”.

O seminário, que acontece nos dias 15 e 16 de agosto, em Brumadinho, aborda ainda temas relativos à redução de riscos e desastres em barragens de mineração com foco nas questões da saúde das populações atingidas. Karine Cota, assessora técnica da Cáritas Regional Minas Gerais na área psicossocial, acompanha Mirella nesse evento. A assessora  fala sobre a importância de se discutir a saúde das pessoas atingidas em eventos como esse: “é uma oportunidade de juntarmos vários saberes para um melhor enfrentamento das necessidades de ação na saúde coletiva e individual dos atingidos”.

A Câmara de Brumadinho irá transmitir o evento on line, através do site da câmara: https://www.cmbrumadinho.mg.gov.br/ e pelo facebook: https://pt-br.facebook.com/camaradebrumadinho/

Por Ellen Barros, comunicadora popular da Cáritas Regional Minas Gerais em Mariana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.