Notícias

Trio da Alegria anima Festa das Crianças no Quilombo Buriti do Meio

Mesmo em meio ao isolamento social devido à pandemia, crianças de todas as idades da comunidade quilombola, no município de São Francisco, comemoram o Dia das Crianças com alegria e mantendo as recomendações de segurança e distanciamento.

Trio da Alegria levou alegria e animação para a comunidade quilombola.

A pandemia do coronavírus não conseguiu atrapalhar a alegria da criançada do Quilombo Buriti do Meio, no município de São Francisco, Norte de Minas Gerais. A Cáritas Diocesana de Januária e o Projeto Quilombo dos Direitos realizaram a 1ª Festa das Crianças Drive Thru, no dia 13 de outubro. Foi um momento diferente: o cenário era formado pelas árvores do cerrado e pelos rostinhos das crianças, que este ano não se reuniram no Centro Comunitário. A música soava alto misturada com risadas e brincadeiras do palhaço Marlyn. 

Para a educadora Aline Mariana, que está em seu primeiro ano de trabalho no projeto Quilombo dos Direitos: “foi uma experiência maravilhosa e muito gratificante ver o brilho nos olhos das crianças recebendo o saquinho de guloseimas!”

A moradora da comunidade Maria José R. Pereira contou que a festinha das crianças foi muito importante para todos, em especial, no período de pandemia, quando as crianças estão sentindo falta da convivência com os amigos, dos passeios e da escola. “Fiquei feliz ao ver sair aquele sorriso encantador do meu filho”, relatou Maria José.

Crianças de Buriti do Meio recebem surpresas durante a passagem do trio na comunidade.

Eloá Gonçalves dos Santos tem 9 anos e mora no povoado de Riachinho. Ela disse que gostou de tudo, principalmente, dos palhaços, da fada e dos presentes. Eloá queria que o trio da alegria ficasse mais tempo em cada povoado, mas entendeu que esse ano a pandemia não permitiu.

A moradora do povoado Caiçara, Claudiana Francisca da Silva, contou que as filhas se sentiram muito alegres, não só pelos presentes, mas pela forma carinhosa com que foram tratadas. “Deus abençoe todos vocês para continuar com essa força e essa garra de lutar pelo bem de nossos jovens e crianças para terem um futuro melhor!”, agradeceu à equipe do projeto realizado pela Cáritas.

Por Meire Reis, agente da Cáritas Diocesana de Januária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

.